O que é NFC-e? Descubra 4 vantagens dela para seu negócio

Descubra oque é a NFC-e ( Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica )

A virada do século nos presenteou com a chamada revolução digital — um verdadeiro divisor de águas na forma como enxergamos o mundo. Nada é mais como antes! Mudamos como fazemos compras, como nos comunicamos, administramos empresas, aprendemos sobre arte e até mesmo como procuramos um bombeiro para desentupir a pia da cozinha.

E, se isso é verdade para o setor privado e para a vida das pessoas em geral, o setor público também não ficou para trás no ponto de vista do progresso tecnológico. Mas, e você, leitor? Já sabe o que é NFC-e e como ela se relaciona com esse contexto?

A velha imagem da repartição pública, com imensos arquivos cheios de processos, está deixando de ser uma realidade no Brasil. Este avanço abre espaço para os arquivos eletrônicos e para os documentos com assinatura digital / validade jurídica.

Justamente neste ponto que chegamos ao tema do artigo. O exemplo mais simbólico dessa transformação é a nota fiscal eletrônica ao consumidor. Pensando nisso, abordaremos, ao longo desse artigo, todas as vantagens que a NFC-e pode trazer para o seu negócio. Fique atento!

O que é NFC-e?

A Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) é um documento de existência exclusivamente digital, com plena validade jurídica. Ela veio para substituir a nota fiscal de venda ao consumidor (modelo 2) e o famoso cupom fiscal. Em breve, a NFC-e será obrigatória em todo o território nacional.

Nesse momento você deve estar se perguntando o porquê de tantas mudanças. A resposta é simples: com a nota fiscal eletrônica, as autoridades têm mais facilidade em fiscalizar o cumprimento das obrigações tributárias. Ademais, os entes federativos (União, Estados, Distrito Federal e Municípios) também poderão cruzar dados para reprimir a sonegação.

No entanto, a nota fiscal eletrônica ao consumidor não traz vantagens apenas para o Fisco. Confira a seguir algumas das principais vantagens que a inovação tem a oferecer, inclusive, para seu negócio!

Quais as vantagens da NFC-e para o negócio?

1. Utilização de equipamento comum

Com a sistemática antiga, o comerciante deve adquirir rolos de papel previamente inspecionados e autorizados pelas autoridades competentes, bem como impressora igualmente indicada pela autoridade responsável (ECF). O resultado disso tudo é que o material acaba saindo caro. Estima-se que esse custo pode chegar até a casa dos R$ 4 mil. Com a NFC-e, você pode usar a impressora e o tipo de papel que melhor atenda às suas necessidades — reduzindo bastante os custos operacionais da sua empresa.

2. Redução de custos com armazenagem de documentos

A atual lei que regula o tema impõe ao contribuinte um período de armazenagem de cinco anos. Isso significa que o lojista deve guardar todas as notas fiscais emitidas por esse prazo, sob pena de ficar em uma situação irregular e ter problemas com a fiscalização tributária.

3. Maior flexibilidade para expandir

Com o advento da nota fiscal eletrônica, o comerciante não depende mais de autorização do fisco para abrir novos pontos de venda. Pode se valer, também, de novas tecnologias de mobilidade, tais como tablets, smartphones e notebooks. Isso abre portas para a integração com sistemas de vendas presenciais ou online.

4. Menos obrigações acessórias

Com a NFC-e, o comerciante pode dizer adeus à redução (fechamento diário da impressora fiscal), leitura (elaboração de relatórios) e demais obrigações relacionadas ao ECF, como manutenção, obtenção do lacre, etc. Menos tempo gasto com burocracia significa mais tempo para a gestão do seu negócio.

 

Fonte: Blog Sistema Hiper

VEJA MAIS DO BLOG